Encontre o produto desejado
Notícias
DATAS EM QUE SE COMEMORAM O DIA DO CAMINHONEIRO
A profissão de caminhoneiro é tão especial que atualmente o Brasil comemora em três datas diferentes:

30 de junho – Esta data foi definida pelo Estado de São Paulo em conjunto com a União, por meio da Lei nº 5.487/86 promulgada pelo Governador Franco Montoro. Refere-se deste modo, a uma data regional.

25 de julho – Trata-se de uma data muito especial, uma vez que foi a data pela qual a Igreja Católica instituiu o dia de São Cristóvão, após sua canonização no século XV. São Cristóvão é reconhecido como padroeiro de todos os viajantes e dos motoristas de todos os tipos de veículos o que inclui caminhoneiros, marinheiros e aviadores.
De acordo com a Igreja Católica, Cristóvão significa "aquele que carrega Cristo". O santo era um gigante que queria servir ao mais poderoso de todos os homens, razão pela qual se converteu a Jesus e foi viver na margem de um rio. Lá, carregava pessoas de uma margem à outra. Certa vez, transportou um menino que ficava cada vez mais pesado diante da correnteza da água, o que lhe fez temer um afogamento. Quando Cristóvão reclamou que parecia que carregava o mundo nas costas, o menino falou: "Não carregas o mundo, carregas seu criador. Sou Jesus, aquele a quem serves".

16 de setembro – Esta data foi definida pela Lei 11.927/2009 promulgada pelo Vice-Presidente da época José Alencar Gomes da Silva como sendo o dia nacional do caminhoneiro.
Das três datas a preferida é sem dúvida alguma o dia 25 de julho em razão de São Cristóvão. Importante ressaltar que a nossa cidade de Caxias do Sul possui uma igreja em formato de caminhão, denominada a Igreja São Cristóvão, a qual fica às margens da BR-116, no Km 142.

Para a Wapdiesel todos os dias do ano são dos caminhoneiros, verdadeiros guerreiros que com ideal e determinação afastam-se da família por dias em nome de um progresso coletivo, merecem todo reconhecimento.

Em razão desta profissão indispensável para a nação a Wapdiesel e sua equipe oferecem promoções especiais nestes meses, ligue e confira.
» leia mais   
Notícias
Será obrigatório farol aceso durante o dia!

O presidente interino Michel Temer sancionou o projeto de lei que torna obrigatório trafegar com o farol aceso em estradas, mesmo durante o dia. A mudança no Código Brasileiro de Trânsito (CTB) foi publicada no Diário Oficial nessa terça feira, dia 24 de maio. As multas para quem infringir a regra, poderão ser aplicadas apenas 45 dias após a publicação da lei, ou seja, a partir do dia 8 de julho. O período é necessário para que os cidadãos tenham tempo para se adaptarem à regra.

O projeto de lei 5070/13 foi aprovado em agosto do ano passado. A norma foi proposta pelo deputado Rubens Bueno (PPS-PR) e aceita na Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania da Câmara.

O Contran (Conselho Nacional de Trânsito) já recomendava o uso dos faróis baixos durante o dia, porém pouca gente seguia a recomendação. Com a aprovação da lei, a falta do uso dos faróis baixos nos veículos durante o dia em rodovias será uma infração média, com perda de quatro pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e multa de R$ 85.

Antes da lei, o uso de farol baixo durante o dia é obrigatório apenas em túneis. Defensores do projeto afirmam que acendê-los também durante o dia aumentará a visibilidade dos motoristas e assim, consequentemente, diminuirão acidentes em rodovias. Ou seja, a obrigatoriedade da lei de manter o farol aceso vem como uma tentativa de diminuir a quantidade de acidentes envolvendo automóveis no Brasil.

Alguns países como Uruguai, Canadá, Suécia, Noruega, Dinamarca e Finlândia já adotaram como lei o uso do farol baixo durante o dia. Na Suécia, pesquisas apontaram que houve uma redução de 13% em acidentes após a regulação da lei e, no Canadá, a redução foi de 20%. Foi após essas leis que também surgiram DRLs (Luzes Diurnas de LEDs) que são acionadas logo que o motorista aciona o contato, ficando acesas em tempo integral – a não ser que sejam acionados os faróis principais. Alguns carros já saem da fábrica com essas luzes.
» leia mais   
Notícias
​Transportadores pedem novas combinações de veículos de carga
Objetivo é aumentar capacidade de carga e reduzir custo do transporte

Cavalo mecânico de quatro eixos, atualmente, somente pode tracionar carretas de três eixos juntos

O Setcepar (Sindicato das Empresas de Transportes de Cargas do Estado do Paraná) encaminhou ao Denatran (Departamento Nacional de Trânsito) um pedido para que sejam autorizados novos modelos de combinação de veículos de cargas. O objetivo é conseguir a liberação para utilizar o cavalo mecânico de quatro eixos (chamado bitruck) com a carreta de três eixos afastados, a chamada vanderleia, conjunto que não está regulamentado.

Para isso, é necessária uma mudança nos limites do peso bruto máximo das composições, das atuais 54,2 toneladas, para 59 toneladas. Um estudo elaborado pela entidade em parceria com a TRS Engenharia foi encaminhado ao órgão. Nele, destaca-se que a mudança não deve gerar prejuízos à infraestrutura rodoviária.

O engenheiro Rubem Melo explica que essa alteração não implica no aumento do peso por eixo, “fator que poderia causar danos ao asfalto”. Além disso, como a combinação é longa, também não impactaria na estrutura de pontes e viadutos. “O problema é quando a composição é curta, porque concentra mais o peso bruto e aí sim representa um risco para a infraestrutura”.

Atualmente, em razão do peso bruto máximo de 54,2 toneladas, o cavalo mecânico de quatro eixos está autorizado a tracionar carretas de três eixos juntos. Com isso, o potencial do bitruck não é aproveitado. Segundo o engenheiro, com a alteração nas regras, o transporte rodoviário de cargas pode ganhar mais eficiência: “a composição permite que se reduza o custo por tonelada transportada, porque é um veículo mais eficiente, levando carga maior e baixando o custo do transporte”.

Outra solicitação é para que haja uma alteração nos limites de tamanho para as combinações de veículos de carga maiores. Atualmente, o mínimo - estabelecido em razão das condições da infraestrutura rodoviária - é de 25 toneladas. A demanda é que seja reduzido para 22 metros. O objetivo é aumentar a segurança nas rodovias, facilitando a convivência desse tipo de veículo com carros de passeio e diminuindo a chance de acidentes, por exemplo, em ultrapassagens.

Agência CNT de Notícias
- See more at: http://www.cnt.org.br/Imprensa/Noticia/transportadores-pedem-ao-denatran-novas-combinacoes-de-veiculos-decargas-cnt#sthash.l48AednZ.dpuf
» leia mais   
Rua Faustino Biasin, 375 sala 12
Bairro Sagrada Família
Caxias do Sul - RS
vendas@wapdiesel.com.br
(54) 3066.2777
© Copyright 2016 WapDiesel Ltda. | Todos os direitos reservados | Desenvolvido por Gabriel Isoton